Organização da Feistock acompanha cenários da pandemia

A organizadora da Feistock, a TBS Feiras e Eventos, acompanha os cenários da pandemia em São Bento do Sul, região e Estado. O sócio-diretor da TBS, Jonathan Roger Linzmeyer, teve agendas de reuniões nesta semana, para buscar informações e trabalhar na liberação da Feistock. Nos próximos dias, juntamente com o Governo do Estado, será definido se a data marcada, de 10 a 13 de junho, será ou não mantida. A organização aguarda atualização do mapa de risco de Santa Catarina, que será divulgado na segunda-feira, dia 31/05.

Na terça-feira, 25 de maio, Linzmeyer participou de uma reunião com o secretário estadual de Saúde, André Motta Ribeiro, organizada pelo deputado estadual Silvio Dreveck, e na quarta-feira, 26, esteve com o grupo gestor criado especialmente para discutir a retomada das feiras no Estado, do qual a Feistock faz parte, sendo referência por ter sido a primeira feira setorial aberta ao público realizada durante a pandemia. “A reunião de hoje definiu a Feistock como um evento teste em Santa Catarina. Isso significa, que nos próximos dias, diversas reuniões vão acontecer para discutir as exigências sanitárias e restrições. O ponto positivo é que a Feistock já tem um modelo pronto, o que permite ter êxito nos próximos passos” contou Jonathan.

Referência – A Feistock foi a única feira de grande porte da modalidade realizada no Brasil em 2020. A 32ª Feistock aconteceu em novembro e foi considerada um sucesso, tanto nos números financeiros quanto no trabalho sério realizado com os protocolos de segurança. Medidas importantes foram adotadas e investimentos em tecnologia foram feitos.  O resultado foi positivo e não teve histórico de contaminação.