Feistock é apresentada na Câmara de Vereadores

O diretor da TBS Feiras e Eventos, Jonathan Roger Linzmeyer, esteve na noite de segunda-feira, 10, na Câmara de Vereadores de São Bento do Sul, para uma apresentação da Feistock – Feira de Móveis e Decoração. A feira está prevista para acontecer de 10 a 13 de junho, na Promosul. “Realizamos uma edição em novembro de 2020, seguindo todos os protocolos exigidos, garantindo a segurança dos visitantes, expositores e organização. Hoje, a feira tem sido exemplo para o setor, mostrando que a retomada das feiras e eventos é possível na cidade e em Santa Catarina”, destacou.

Com 16 anos de história, a Feistock caminha para a 33ª edição. A feira foi adquirida pela TBS em 2007, e até o momento, já contabiliza 750 mil visitantes e mais de R$ 412 milhões em produtos vendidos. Em uma pesquisa realizada, o ticket médio é R$ 550,00, o que classifica a feira entre as maiores do Brasil com vendas direta ao consumidor e do setor turístico de Santa Catarina.

Na edição de novembro de 2020, a Feistock reuniu 69 expositores e um faturamento médio por expositor de R$ 268.115,94, totalizando R$ 18,5 milhões em vendas. De ICMS gerado para o estado, o valor foi R$ 3,1 milhões. Na geração direta de empregos, os 69 expositores empregam uma média de 15 colaboradores, totalizando 1.035 trabalhadores nos quatro dias de feira. Quanto à arrecadação municipal em ISS com vendas/locação de espaços para expositores, o valor é R$ 90.000,00 (somente da organizadora).

A presidente da Câmara de Vereadores, Carla Hoffmann, disse que é importante conhecer como foi realizada a Feistock e os investimentos da organização. “Vamos formar uma comissão para acompanhar a liberação da feira no município junto a Prefeitura e ao comitê de crise. Sabemos da importância da feira para a economia local e para a manutenção dos negócios”, destacou.

Como é o caso da Qualittá Interiores, que dedica 100% da sua produção para o segmento de feiras com foco no consumidor final. “Tivemos que reduzir o número de colaboradores e os investimentos ficaram para trás. Desmontamos uma estrutura conquistada nos últimos anos, focada no atendimento deste público. Estamos buscando novas alternativas, mas a mudança requer um caminho longo. É lamentável, pois muitas empresas já fecharam e outras irão fechar. Enquanto isso, há aglomeração nos mercados, praias, futebol, e as feiras seguem impedidas.” desabafa, Paulo Vitali, empresário, que acompanhou a apresentação da Feistock, na Câmara de Vereadores.

O presidente da Associação Empresarial (Acisbs), Júlio César Teixeira, também participou da reunião e falou do apoio da entidade na retomada dos negócios. “Como entidade empresarial, tratamos a pandemia com muita responsabilidade, disseminando a importância de seguir os protocolos exigidos e apoiando as ações de enfrentamento. Eu acompanhei a tramitação da liberação da última edição e participei da feira, que não teve aglomeração e seguiu todos os protocolos exigidos”, comentou.

Retomada – A Feistock foi a primeira feira da modalidade que aconteceu no período de flexibilizações da pandemia, em Santa Catarina, em novembro de 2020. O guia de procedimentos de saúde e segurança foi aprovado pelo comitê gestor do município. “Nós entendemos a preocupação com o aumento dos casos e a pouca oferta de leitos de UTI disponíveis para a Covid-19. Porém entendemos que o setor de feiras e eventos precisa ter sua retomada assegurada, assim como os outros já tiveram. Temos muitos empregos envolvidos e muitos dependem exclusivamente deste trabalho, como é o caso das equipes brigadistas, de segurança, limpeza” destacou Linzmeyer.

Próxima edição:

33ª Feistock – Feira de Móveis e Decoração
De 10 a 13 de junho de 2021
Na Promosul, em São Bento do Sul (SC)
Entrada gratuita. Ingresso obrigatório no Sympla, com link no site da feira.
Mais informações: www.feistock.com.br.